quarta-feira, 23 de abril de 2014

Há uma coisa que me irrita solenemente no facebook

Deparo-me imensas vezes com situações em que os animais de amigos dos amigos dos amigos dos meus amigos estão desaparecidos... Ora como é meu hábito, vou cuscar a fonte para ver se ainda está desaparecido ou se houve alguma alteração no status e caso seja num raio que considere "aceitável" da minha área de residência, partilho. E faço-o de boa vontade. E, quem me conhece, sabe que fico com o coração apertadinho só de me imaginar a mim naquela situação...
Posto isto, vamos lá à parte que me irrita solenemente...

"Tanta gente online e ainda só um é que partilhou o desaparecimento do meu cão. Quando vos calhar a vocês, quero ver"


Ora, ainda tentei dar um desconto ao senhor, porque provavelmente estaria aflito de preocupação e nem reparou que a frase de "desabafo" dele vinha cheia de agressividade gratuita.. Mas aquela porra não me saiu da cabeça e estive 5m a olhar para aquilo com vontade de gritar com o homem, para ir para as ruas à procura em vez de se preocupar quantas partilhas conseguia "só" por ter o animal desaparecido... E acabei por partilhar a foto, simplesmente porque o meu amor pelos animais é maior que todo o asco que senti ao ler aquilo...





8 comentários:

  1. Se calhar estava nervoso. Mas sem duvida podia ter uma atitude menos acusatória.

    Sei lá...é por essas e por outras que não sou muito fã do facebook!

    Beijinhos kiduxa.... esse bebe gatinho, apetece-me dar-lhe beijinhos no focinho. ;)))

    ResponderEliminar
  2. Quiçá fugindo ao assunto... Na época do Natal houve uma onda de solidariedade e eu, parva, até ajudei. Mas quando eu, que nunca peço ajuda, porque não gosto de incomodar, fiz um post quase em desespero para ver se alguém podia orientar para conseguir uma vaga num lar para a minha velhota adoptiva... as 'solidárias' nem comentaram!

    VIVENDO E APRENDENDO!!!

    ResponderEliminar
  3. O bichinho é que está perdido e o sr e é que é a vítima e quer festinhas no ego...Tst!

    ResponderEliminar
  4. Coitado, era o desespero a falar.

    ResponderEliminar
  5. Maria. Eu uso o facecoiso para distrair a mona. Tenho meia dúzia de amigos doidos como eu, os quais gosto seguir para ver o que postam. Depois tenho a parte dos blogs. E finalmente as páginas, cada uma mais louca que outra que me fazem rir e partilhar algumas cenas com o pessoal. De vez em quando lá calha e aparece-me um animal desaparecido à frente e não me custa nada partilhar, quem sabe se aquela partilha não ajuda, ne? Só que este tipo de atitude, faz-me encolher, transmite más vibrações, faz-me virar a página e passar para outra... Esta até foi soft, há aqueles que partilham os animais a serem maltratados e dizem que se não partilharmos somos tão cruéis como os que fizeram mal aos animais... Bahhh. Até me passo quando vejo estas coisas...

    Credo, que testamento... :)))

    Este bixano da foto bem que podia ser o próximo residente aqui de casa :)))

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. GATA. O problema da solidariedade dos dias que correm é o "fazer bem para serem aplaudidos"... Eu não tenho muito, nem conhecimentos daqueles que podem ajudar em alguma coisa, mas no entanto tenho sempre os meus ombros e os meus ouvidos que posso emprestar em caso de necessidade. E lá vem o velho ditado que diz, que quem dá o que tem a mais não é obrigado :)))

    ResponderEliminar
  7. mAna. Bingo!!!
    Acredito que ele estivesse aflito, mas aquela atitude fez-me dar dois passos para trás... :(

    ResponderEliminar
  8. S* Até acredito que fosse, sabes... Eu pelo menos, estaria desesperada se estivesse na situação dele e quero sempre acreditar no melhor das pessoas... Mas, infelizmente aquela atitude de ataque faz-me fugir e não, querer ajudar... :(

    ResponderEliminar

Façam o favor de opinar....